Tiago Carvalho

Bio

O Poema do WC Neste lugar solitário, Toda a vaidade se acaba, Todo o cobarde faz força, Todo o valente se caga. Obrar é lei mundo, Cagar é lei do universo, E foi assim, cagando, Que eu fiz este verso. Sentado na cagadeira, Sinto uma emoção profunda, A bosta bate na água, E a água bate na bunda. Porque mijas fora, Se no entanto cagas dentro, Ou tens o pau torto, Ou o cu fora do centro.

Latest Insta posts

Current Online Auctions