Catarina Silva Barros

Bio

Quando as coisas nos correm menos bem a tendência é sempre desesperar. Não sei o que será pior: pensar que tudo está a desmoronar sobre nós ou acreditar que a vida dos outros é incrivelmente fácil e perfeita comparada com a nossa. E normalmente temos a extraordinária capacidade de nos auto-torturarmos. Pior ainda? Olhar para trás e ver-mos o que tivemos, o que fomos e, uupps ..o que perdemos. Quando chegamos a este capitulo, não queremos sequer saber se a vida do outro é pior, se tem dramas, ou o quanto nada faz sentido agora. A questão é uma, só uma: o passado. È inacreditável a quantidade de vezes que olhamos para trás e os momentos bons parecem normais, meras memorias. Como se aquele tudo, não passa-se de um instante entre inúmeros outros. Contudo, quando estamos deprimidos o passado vem fervorosamente ao de cima, em versão “easy and fun”, como se o agora fosse detestável. Em vez de enfrentar-mos os problemas e encontrar-mos soluções, temos tendência a reviver o passado, a comparar os tempos e as pessoas, a imaginar o que fomos e não a idealizar o que podemos vir a ser. Grande erro! Por muito que tentemos não podemos fugir dele, mas podemos seguir em frente. Devemos apenas concentrar-nos no presente pois este será o amanha, e se não nos organizarmos, agirmos e vivermos agora e bem, do que nos lembraremos, riremos e pensaremos daqui a uns tempos?A melhor solução para todos os problemas? The love..love..

Latest Insta posts

Current Online Auctions

Retail price € 19,99
winning Nadiah
Retail price € 20,00
winning Armin
Retail price € 15,00
winning Maggie
Retail price € 510,00
winning Julia