Márcia Oliveira

Bio

Deixamos congelar nossos sonhos No vazio do tempo Sem esperança, no silencio. Fugindo. Fingindo...não sentir A brisa que trás o perfume, sempre o mesmo perfume... Que em tempos inalei tão próximo à fonte. Você, a fonte... Tão doce, tão distante..tão inerte. Pudesse eu, mudar a direção desse vento Respirar somente as flores Seria mais... seria menos... Seria o bastante. Eu me vendi.. por tão pouco... Droga, é projetar o calor de tal momento Projetar tal sonho alcoolico que vivi Ali, na calçada de Deus Abraçando tao forte. Sentindo tão perto Seus olhos fechados. Projetei. tanto.. tantas vezes. Projeção que hoje falece E abastece outra.. e outra.. e outra... E se torna menos. cada vez menos Real..

Latest Insta posts

Current Online Auctions