Karool Abreu

Bio

“Sou teimosa ao extremo, irritante quando queria, linda aos olhos de alguém especial […] amava intensamente. Quando chegava ao ponto de não aguentar mais, chorava, liberando mares de mágoas guardadas por muito tempo. Era doida, mas aquilo de vez enquanto a fazia muito bem. Sua loucura era uma forma de levar a vida, de ignorar palavras que não foram bem pronunciadas. Levava tudo na brincadeira, mas gostava de ser levada a sério. Mudava de humor rápido em consequências de atitudes realizadas por pessoas que não refletiam antes. Gostava de ser ouvida, mas, parece que a brisa dos ventos levava suas palavras para algum lugar, impedindo-a de que as pessoas pudessem ouvi-la […] Suas lágrimas pareciam invisíveis ao olhar das pessoas, ou, apenas não quisessem vê-las. Ignoravam seus sentimentos do mesmo modo que ela ignorava tudo que a fazia mal. Pelo menos ela tentava. - Tinha uma expressão fria, e fazia com que seu mundo assim fosse frio. Havia dentro de si um iceberg de emoções. Era doce quanto qualquer doce, porém, dura ao mesmo tempo. - Sofria dentro do seu quarto, e não deixava ninguém ver suas lágrimas. Seu sorriso era notório quando caminhava pelas ruas, ou quando estava entre muitas pessoas. Mal sabiam que a hipocrisia naquele sorriso era imensa, mal sabiam que dentro daquele rostinho feliz havia um mar de decepções. Era forte até mais do que suportava ser, sua expressão “feliz” refletida no espelho a deixava incrédula. A mulher forte que todos viam não passava de mais uma capa, o sorriso largo que era notório em seu rosto, transformava-se em lágrimas todas as noites. A felicidade existente no seu exterior não passava de mera ilusão” […]

Latest Insta posts

Current Online Auctions